Intervenção Militar: 4 Pontos e um Vídeo.

4 Pontos sobre a questão (descritos por um Major do Exército de outra unidade da federação).

  
1- Unidade de comando vem da época de Sun Tzu. Grande melhoria. Além disso, imagino uma pequena limpeza nos comandos. Além de uma certa padronização nos procedimentos. Isso é bom!

2- Ainda falta uma melhoria nas regras de engajamento. Um militar ser julgado pela justiça comum é muito ruim. É como se fosse um bandido.

A justiça Militar entende e leva em conta a missão do militar. Se houve excesso ou se foi legítima defesa/estrito cumprimento do dever legal. Algo parecido com o que houve na primeira fase no Haiti.

3- O General terá à sua disposição um arsenal incrível das 3 Forças. Aeronave, helicóptero, blindados, navios de guerra, etc. Ponto positivo

4- Agências de Inteligência são muito egóicas. Não gostam de passar informação. Acho esse ponto um gargalo a ser ultrapassado.

Se as inteligências se unirem, fica ruim pra bandidagem. (um exemplo foi o ataque em 11/set - as inteligências sozinhas não tinham informação suficiente, mas - depois do ataque - ao juntarem suas forças, descobriram que poderiam ter evitado a tragédia)

Assisa o Vídeo com a minha Análise sobre a Intervenção. 




x

Comentários