PROCERGS X STARTUPS, quem ganha essa batalha?




A questão não é ser contra ou a favor das privatizações, mas saber a realidade das empresas que devem ser privatizadas. 

Existe um órgão caro, ineficiente e ultrapassado que consome milhões dos cofres públicos e ninguém fala nada. Essa estatal, mais precisamente uma empresa de economia mista, é a PROCERGS. Empresa que atende 100% dos órgãos do executivo estadual, como consta em seu site.

Como é economia mista, se entende que parte é do estado e parte tem capital privado, porém, não é o caso. A PROCERGS tem a seguinte constituição: 

  • 99.59% Estado do Rio Grande do Sul
  • 0.26% OI (que sabemos, sobrevive pelos volumosos aportes do Governo Federal)
  • 0.08% CORSAN
  • 0.07% IPERGS

Ou seja, além do Estado ter ridículos 99.59% das ações, os outros micro-sócios são todos do aparato estatal. Uma aberração! Entre seus conselheiros, temos políticos do MDB, PSDB, PDT etc. 

Segundo o portal transparência do Governo do Estado, a PROCERGS está entre os 15 maiores "favorecidos" pelos recursos públicos, tendo consumido até junho, R$ 132.623.112,99 milhões. Confira o gráfico: 


Os gastos da empresa, em janeiro, ficaram em torno de R$ 49 milhões, sendo distribuídos: 

Pessoal: R$ 16.848.319,08
Despesas Administrativas: R$ R$ 4.100.393,72
Despesas Financeiras: 24.665,97
Impostos: R$ 3.740.694,53
Investimentos: 430.349,60

Importante salientar que no mesmo período a empresa faturou pouco mais de R$ 30 milhões. 

Em abril, as despesas com pessoal saltaram para R$ 22.779.189,36 e as despesas administrativas para R$ 4.707.208,98.

Olhando os gastos abertos da empresa, encontramos valores como: 

Sindicato das Empresas de Informática do RS: R$ 33.475,75
Conta de água da Sede da empresa, em dezembro 2017: R$ 24.183,90
Microfone de Lapela FP15 - Shure: R$ 9.360,00
Suldemaq Comércio de Equipamentos Ltda: R$ 600,00 - Água Mineral com gás - 500 ml
Infobip Brazil Serviços de Valor Adicionado Ltda: R$ 25.576,44 - Mensagem de Texto SMS

Além disso, DBServer e CDS informática ganham milhares de reais em faturas. A empresa também contrata consultores para diversas áreas, terceirizados para instalações de equipamentos, rede, manutenção e inúmeros contratos e notas para empresas de informática e software, como Oracle e Microsoft. 

Com todos esses números, você acredita que a PROCERGS pode fazer mais, melhor e com menos dinheiro que uma moderna StartUp? 

Comentários