26 dias sob ataque: como a extrema imprensa e os narco-partidos estão tentando desestabilizar o governo.




Escrever sobre guerra política, táticas de desinformação, manipulação dos meios de comunicação e o uso político das instituições na promoção de agendas políticas é extremamente complicado. No geral, as pessoas tendem a classificar tais análises como ato partidário, “mimimi” de quem é governo ou oposição entre outras depreciações que, na maioria das vezes, são críticas feitas por ignorância dos fatos ou por má fé e desinformação.

Neste paper busco comprovar, através de fatos e análises sólidas, a trama que está em curso no país, jogar luz às táticas obscuras de desinformação que estão sendo construídas desde o marco zero do governo Bolsonaro.

Em apenas 26 dias de mandato, a extrema imprensa coleciona um volume impressionante de ataques sobre absolutamente todas as ações do governo, desmerecendo seus atos e, ao mesmo tempo, busca criar uma narrativa internacional de descrédito ao governo e enaltecimento das suas pautas coletivistas.

O texto está repleto de links que podem, e devem, ser acessados para melhor compreensão dos fatos e entendimento do que está acontecendo no país. Como é um material extenso, para melhor leitura e compreensão, escrevi sem formalismos acadêmicos e técnicos, este paper é para ser um material didático, para imediato consumo, compartilhamento e disseminação. É mais uma arma no combate à esquerda.

O material foi dividido em 4 partes:


  • -       Parte I: comprovação da parcialidade e o engajamento do meio jornalístico aos partidos e políticos de esquerda, trazendo o comparativo entre a percepção do público em contraste com a dos jornalistas, sobre os melhores parlamentares do país e uma matéria sobre a parcialidade da Revista Exame.
  • -       Parte II: a busca incessante em desacreditar e desestabilizar as figuras mais fortes do governo, em especial os 6 ministros civis, que possuem claras divergências ao marxismo cultural, são católicos e de direita. Além desses, uma análise mais profunda envolvendo o Senador eleito Flávio Bolsonaro.
  • -       Parte III: busco desmascarar a farsa criada em torno do ex-BBB Jean Wyllys, direcionando o leitor a compreender as táticas de desinformação e guerra política iniciadas pelo PSOL em relação ao “auto-exílio” e a ascensão do seu suplente.
  • -       Parte IV: traço um panorama do cenário nacional e internacional, com episódios graves, como na Venezuela, Ceará e Minas Gerais, para expor as adversidades impostas pela extrema imprensa em paralelo a conjuntura social, comprovando que mesmo dentro desse quadro o governo gerou uma pauta positiva, com avanços sólidos e resultados em poucos dias de governo.

Em meio a tanta desinformação e narrativas fraudulentas, buscar a verdade e expor as artimanhas da extrema imprensa, dos narco-partidos, com seus braços internos e internacionais, não é tarefa fácil. Espero ter dado a minha contribuição inicial para clarear e iluminar o cenário político brasileiro.

Brasil acima de tudo. Deus acima de todos.

Para ter acesso ao documento, clique no link, não precisa cadastro, é aberto e gratuito:

Documento Completo com análises, imagens e comparativos


Boa leitura.



José Henrique Westphalen.

Comentários